RMB - Vivenciando as mudanças da vida. Vá agora para a nova RMB! rpgmakerbrasil.net!


    Telo Blade: O Palhaço Maldito

    Compartilhe

    JOZ.
    Novato
    Novato

    Masculino Mensagens : 8
    Experiência : 1564
    Reputação : 10
    - : Nada :) - : nada :)

    Telo Blade: O Palhaço Maldito

    Mensagem por JOZ. em Dom Set 23, 2012 10:55 am

    Telos Blade: O Palhaço Maldito

    Prólogo
    Spoiler:
    Ocorreu um evento muitos anos atrás, esse evento é conhecido como “Inicio”. É um evento o qual nunca foi explicado apenas ocorreu, um evento o qual marcou o começo de tudo o que se entende concreto ou pelo menos que resistiu ao tempo nos contos de nosso povo. Não se tem nenhum registro concreto dele porque na época não existia a escrita, mas todos sabem que ele existe e que ocorreu a mais ou menos 5000 anos, mas chegou-se a um consenso de que fazem exatamente 5042 anos apesar de algumas brigas dos teóricos. Esse é o começo do calendário de nossa terra.

    Evento do ano 5000
    Spoiler:
    Exatamente no 7º período do ano 5000, ocorreu uma grande guerra que começou por causa de um mago chamado Lizack que junto com um exercito de criaturas das trevas que se autodenominavam “Exercito da Salvação” (provavelmente uma piada de mal gosto de Lizack), começara a matar toda a humanidade vila por vila, cidade por cidade. Nada era páreo para esse exercito que destruía tudo e todos, depois de muitas mortes e destruição apareceu um guerreiro loiro empunhando uma espada negra que derrotou Lizack e seu exercito.
    Todos ficaram espantados com seu poder o qual ele dizia que vinha de sua grande espada negra que foi dada por um homem de vestes negras e cabelo prateado que um dia aparecera sem motivo aparente e disse as seguintes palavras: “Você foi escolhido receber esta espada e derrotar o mal que assola o seu reino”. O Guerreiro jamais entendeu o que acontecera naquele dia, até pesou ser uma espécie de golpista, mas ao perceber o poder da espada a teve a coragem de enfrenta o Grande Lizack.
    Não passou muito tempo e o guerreiro desapareceu junto com a espada lendária. Essa espada é conhecida como Telos Blade a espada lendária.

    Ricardo
    Spoiler:
    Ricardo é um jovem filho de um grande guerreiro chamado Renato. Ricardo é um ótimo lutador apesar de ser um completo idiota, toda manhã treina com seu pai e nunca ganha uma luta sequer por isso seu pai diz que ele é uma vergonha e que jamais será um guerreiro tão poderoso quanto ele se não melhorar suas técnicas. Ricardo tem o sonho de derrotar seu pai e provar para ele que não é um inútil como seu pai sempre fala.

    Renato
    Spoiler:
    Metido, arrogante e extremamente poderoso, já derrotou dragões e todo tipo de inimigo. Foi abandonado pelos pais, por sorte foi encontrado em uma cabana na montanha por um aventureiro que cuidou dele como um filho.

    Júlia
    Spoiler:
    Ricardo tem uma amiga chamada Júlia que era meiga e gentil, mas mudou depois de seus pais simplesmente sumirem virou uma pessoa estressada, mal educada e ignorante, no entanto continuou sendo a amiga de Ricardo apesar de ter se afastado de todos.

    Capítulo 1 – A busca começa
    Spoiler:
    Em uma manhã qualquer depois de perder novamente para o pai e ouvir o maldito discurso diário de que é um inútil, Ricardo se encontra com Júlia na porta de casa. Ela conta que descobriu uma maneira de Ricardo derrotar seu pai e realizar seu sonho de provar que pode ser tão bom quanto ele. Ela diz ter descoberto onde estava a lendária Telos Blade e que com o poder da espada ele poderia derrotar seu pai o grande guerreiro que nunca perdeu uma batalha. Então os dois partem atrás da espada lendária.
    Depois de andar muito e derrotar vários inimigos finalmente chegam a seu destino, no entanto já havia alguém lá, estava usando uma causa frouxa, uma camisa estranha e um chapéu esquisito, isso mesmo um palhaço que pegou a espada e fugiu numa velocidade impressionante. Eles até tentaram alcançar o desgraçado só que ele era muito rápido e acabou fugindo. Depois de soltarem alguns palavrões pelo trabalho que tiveram para chegar lá ficaram se perguntando o que havia acontecido. Por que um palhaço estava num lugar como aquele, por que fugira sem dizer uma palavra, o que queria com a espada?

    Capítulo 2 – O Palhaço Maldito
    Spoiler:
    Sem saber por onde começar começaram a procurar o tal palhaço que roubara a espada. Após muito procurar um homem de vestes negras e cabelo prateado aparecera sem motivo aparente e disse “Ricardo eu sei onde está o palhaço quer ajuda em sua busca?”. Julia ficou espantada e começou a suar frio, a única palavra que saio de sua boca foi “você?”. Ricardo também não entendeu nada, então perguntou para Julia:
    - Você conhece ele?
    - Não te interessa, eu não fico perguntando da sua vida.
    - Na verdade fica.
    - E quem te perguntou!
    - Quanto tempo dura a TPM dessa mulher?
    - O que!
    - Esquece.
    Ricardo então perguntou ao estranho:
    - Quem é você, por que sabe meu nome, como sabe o que nós estamos fazendo, como sabe do palhaço?
    - Em breve você saberá, mas no momento você tem duas escolhas. Ficar andando sem rumo ou confiar em mim.
    - É... sei lá. Júlia a gente pode confiar nele?
    - Talvez... qual é FATE o que você ganha ajudando a gente?
    - Eu poderia dizer, mas isso seria um problema para você... estou certo?
    - Como assim? – perguntou Ricardo sem entender nada.
    - Já disse que não é da sua conta – respondeu Júlia com um olhar assassino.
    - Não tá aqui quem perguntou.
    - Está certo FATE nós te seguimos, mas qualquer gracinha e a gente da um fim em você – falou Júlia ao estranho.
    Então depois dessa cena totalmente mal explicada eles seguiram em direção a um templo onde estava guardada uma poderosa armadura a qual o estranho disse que o palhaço misterioso estava atrás quando foi questionado por Ricardo do porque o palhaço precisava da armadura ele apenas repetiu: Em Breve você saberá.
    Na porta do templo FATE fez perguntou ao Ricardo:
    - Você está disposto a qualquer coisa por esse poder?
    - Como assim?
    - Pessoas que vivem apenas em busca de poder podem ferir quem amam.
    - Como assim?
    - (¬¬)
    - (o.õ)
    - Você está disposto a tudo para realizar seu sonho de derrotar seu pai?
    - Como você sabe disso?
    - Apenas responda.
    - Sim, faria qualquer coisa para derrotar meu pai e provar para ele que sou alguém. Não aguento mais essa vida. Não importa o quanto eu treine, nem o quanto eu me esforce, nunca está bom para ele. Quando eu derrotar ele eu vou provar que sou alguém, que posso ser tão bom quanto ele e assim deixarei de ser um inútil.
    - Não se importa o quanto você possa se machucar em busca desse poder?
    - Não, farei qualquer coisa, moverei montanhas, mas um dia vou ouvir meu pai me dizer: “Eu me orgulho de você, filho”.
    - Então é assim...
    - ...
    - Se é assim eu te ajudarei, mas não diga que eu não avisei.
    Então entraram no templo e o palhaço estava lá com aquela armadura prateada e a cara pintada, mas não estava sozinho do lado dele havia... outro FATE?
    - Parece que vocês chegaram antes do planejado – disse o FATE ao lado do palhaço.
    - O que está acontecendo afinal? – perguntou Ricardo sem entender absolutamente nada.
    - Você acha que está pronto? – perguntou o outro FATE ao palhaço.
    - Ainda não – disse o palhaço com uma voz familiar.
    Então os dois usaram uma espécie de magia e simplesmente sumiram no ar.
    Júlia ficou pensativa e Ricardo perguntou:
    - O que diabos acabou de acontecer?
    - Isso pode ser um problema, não era para vocês terem visto o “outro eu” – disse FATE com sua calma costumeira.
    - O que você está planejando seu desgraçado? – perguntou Júlia.
    - Nada, só sei que esse outro eu apareceu algum tempo atrás e começou roubar itens poderosos por ai. Meu objetivo é falar com ele para perguntar o que está acontecendo só que ele sempre foge. Eu posso sentir a presença dele, ele está na frente de Telos Gate.
    - Então vamos lá – disse Ricardo que foi correndo na frente.
    - Por que você está nos ajudando? – perguntou Júlia ao FATE.
    - Não se preocupe, não teria te contado sobre Telos Blade se não estivesse do seu lado.
    - Não confio em você.
    - Eu confio em você afinal sou sua única esperança conseguir fazer “aquilo” que você tanto deseja. Se você fizer alguma gracinha nunca vai ter outra chance como essa.
    - Só me preocupo deles estarem com a Telos Blade na frente da Telos Gate e se resolverem abrir a “caixa de pandora”?
    - Eles já teriam feito isso se fosse o objetivo deles, mas parece que tem alguma coisa por trás.
    - Você não tinha dito que apenas os escolhidos podem tocar a Telos Blade?
    - Sim, isso o que é estranho, esse palhaço deveria ter morrido quando a pegou pela primeira vez.
    Então Ricardo volta e fala:
    - Qual é vamos logo.

    Capítulo 3 – O Começo do Fim
    Spoiler:
    Depois de muito andar finalmente chegaram a Telos Gate lá estava novamente o Palhaço e o outro FATE que logo disse:
    - Esta na hora, vamos embora.
    Então sumiram os dois FATEs com a mesma magia, logo depois Ricardo disse:
    - Está bem, alguém pelo amor de deus me explique o que diabos está acontecendo.
    - Esta acontecendo que você foi enganado, Ricardo – disse o palhaço com a mesma voz familiar.
    - Como assim? E de onde eu conheço a sua voz?
    - Na verdade eu sou você Ricardo, vindo do futuro.
    - Que?
    O palhaço limpa a maquiagem do rosto e realmente é idêntico ao Ricardo.
    - Meu deus... entendo cada vez menos.
    - Na verdade é que a Júlia está te usando para poder abrir essa porta atrás e mim e destruir o mundo.
    - Por que ela faria isso?
    - Não faço ideia, mas é a verdade.
    - Entendi – disse Júlia quebrando seu silêncio.
    - Entendeu o que?
    - O Plano deles, não vê como é claro, estava tudo planejado, antes de te contar sobre a Telos Blade o FATE falou para mim a localização dela, isso com a intenção de eu contar para você, nós irmos atrás da espada, ele roubar, o FATE falar com agente e nos levar ao templo da armadura para nos confundir com aquela cena do outro FATE, depois nós virmos aqui ele contar essa “estória” de que veio do futuro para você me matar junto com ele.
    - Nossa! É Verdade isso? – perguntou Ricardo.
    - Não! Quero dizer... mais ou menos, mas ela é má – respondeu deu o Ricardo do futuro.
    - Viu é uma conspiração contra a gente – disse Júlia.
    - Sei lá, por que alguém faria tudo isso para te matar? – pergunto Ricardo mais perdido que cego em tiroteio.
    - Se eu não sou você do futuro quem eu sou então? - pergunto o Ricardo do futuro
    - Um metamorfo! Isso um metamorfo, explicaria tudo, dois Ricardos, dois FATEs, são apenas monstros tentando infernizar nossa vida! – disse Júlia à beira do desespero.
    *Metamorfo: Criatura com a habilidade de assumir várias formas, normalmente assume a forma de pessoas para fazer coisas ruins como assassinatos.
    - Isso! Ela não é a Júlia, deve ser um metamorfo, lembra que ela mudou esses tempos, nem parece a mesma pessoa, isso também explica por que ela queria fazer uma coisa tão ruim - disse o Ricardo do futuro.
    - Verdade –disse Ricardo
    - Prefere acreditar nesse estranho do que na sua melhor amiga? – disse Julia acuada.
    - Desculpe, mas a parece que ele tem razão, sem falar que o que você disse não faz sentido – disse Ricardo determinado.
    - Ricardo seu idiota! Quem liga para você! Se vão me matar venham. Dou conta dos dois, você e seu amigo metamorfo – gritou Júlia.
    Então os dois Ricardos começam uma batalha, no entanto matam Júlia sem muita dificuldade então o Ricardo do futuro diz:
    - Pronto agora que matamos o metamorfo ele vai voltar a sua forma original e você vai ver que estava falando a verdade.
    Apesar de esperarem algum tempo nada então Ricardo começa e ficar desesperado:
    - Ela não devia voltar a ser um monstro? Será... que eu... matei...
    - Não ela não podia ser a Júlia. Ela nunca faria o que estava fazendo.
    - Maldito! Você fez...
    - Deve ter alguma explicação.
    - Seu monstro! Como você me faz matar minha melhor amiga!
    - Ela era má.
    - Maldito!
    Então os dois travam uma batalha até a morte. Por ventura o outro Ricardo não virou um monstro depois de morrer, mas nada disso importava afinal porque Ricardo matara sua melhor amiga que apesar dos defeitos sempre estava com ele, pegou a maldita Telos Blade e quando ia atravessar seu coração com ela para acabar com a dor que estava sentido ouviu uma voz:
    - Eu posso ajudar sabia?
    Espantado Ricardo olhou para os lados e não viu ninguém então perguntou:
    - Quem é? Onde você está?
    - Sou eu, Telos – respondeu a espada.
    - Você fala?
    - Sim, mas na verdade eu estou atrás daquela porta do seu lado.
    - A Telos Gate?
    - Sim.
    - Como você pode me ajudar?
    - Se você abrir a porta eu revivo ela.
    - Não da para abrir essa porta ela está trancada
    - Você está com a chave na mão.
    - A Telos Blade?
    - Sim, ela é a chave.
    - Você pode mesmo salvar a Júlia?
    - Claro.
    Ricardo foi em direção da porta e a abriu. Do outro lado Havia um bicho estranho então ele disse:
    - Bom garoto.
    - Revive a Júlia agora?
    - Claro.
    Magicamente a Júlia levantou
    - Júlia você está viva!
    - Mais ou menos, você soltou o Telos, ainda bem que deu certo.
    - Como assim deu certo?
    - Ricardo você é tão idiota, não sei se aquele ali no chão é você, mas ele estava falando a verdade.
    - Como assim? Quer dizer que você queria destruir o mundo mesmo?
    - Todos os dias as pessoas matam umas as outras, morrem de fome, são roubadas e às vezes até estupradas, no entanto não existe nada mais libertador que a morte, a morte é a salvação, depois que se morre não existe mais dor, não existem mais doenças, não existe nada de ruim. Não estou tentando destruir o mundo eu estou o salvando. Depois de quase 50 anos e finalmente consegui.
    - Você enlouqueceu? E desde quando você tem mais de 50 anos?
    - Pobre Ricardo, idiota como sempre, nada disso importa mais. Salvarei toda a humanidade mesmo que ela não queira ser salva, ninguém nunca me entendeu então não espero que você entenda apenas aprecie a morte.
    - Não eu não quero morrer agora não.
    - Então te pouparei, até porque ainda estaria preso se não fosse por você – disse Telos.
    Depois disso só se viu um clarão e então aconteceu um evento que ficou conhecido como “Fim”.

    Capítulo 4 – Fim
    Spoiler:
    Uma terra com apenas poucas criaturas mortas-vivas sem vida alguma é o lugar onde Ricardo viveu vagando por cidades fantasma em busca de comida sem rumo. Telos Blade? Sumiu. Telos? Sumiu também. Todo sumiu. O que restou foi uma terra escura e totalmente morta.
    3 períodos depois do “Fim” Ricardo avistou ao longe um homem de vestes negras e cabelo prateado não acreditou na hora, no entanto depois de olhar por um tempo não havia dúvidas era FATE, como ele estava vivo? Não importava mais, Ricardo imediatamente gritou:
    - FATE é você!?
    - Finalmente te achei Ricardo.
    - Mas como, todo mundo morreu. Tudo morreu! Como?
    - Em breve você saberá.
    - Lá vem você com esse papo de novo.
    - Ricardo está na hora.
    - Do que?
    - De você resolver a burrada que você fez.
    - Mas como?
    - Voltando no tempo é claro.
    - Como assim... seu maldito!
    - Calma Ricardo.
    - Estava tudo planejado né, eu fazer essa merda e você vir aqui me mandar para o passado para morrer.
    - Sei que você vai dar um chilique, mas quero pular essa parte dessa vez.
    - Como assim “dessa vez”?
    - Já perdi a conta das vezes que você destruiu o mundo. O plano era você destruir o mundo voltar no tempo e resolver o problema, mas você sempre morre no final.
    - Mas por que você fez isso tudo?
    - Não é nada pessoal, eu apenas sigo ordens.
    - De quem?
    - Tem coisas que é melhor você não saber Ricardo.
    - Seu maldito eu devia te matar.
    - Pode tentar eu sou imortal mesmo, sem falar que por algum milagre se você me matar vai perder a chance de resolver a besteira que você fez.
    - Imortal?
    - Não precisa saber de detalhes sobre isso, é melhor para você.
    - O que é a Júlia afinal, eu lembro que ela disse que tem mais de 50 anos, mas na verdade só tem 17.
    - Ela não é a Júlia na verdade é um mago que virou um demônio depois de uma série de coisas que não vou explicar por não terem importância agora. Ele matou os pais da Júlia e usou o corpo da Júlia para se aproximar de você.
    - Mas por que eu?
    - Você descendente do escolhido seu avô, o guerreiro lendário.
    - Mas meu avô era apenas um aventureiro que acabou morto por um ogro.
    - Na verdade ele não é seu avô seu pai foi encontrado por ele em uma cabana onde seu pai morava com o guerreiro lendário foi morto por esse mago por vingança. É uma longa história.
    - E por que esse mago não pegava por ele mesmo a espada?
    - Porque qualquer um que não seja um escolhido que toque na espada morre instantaneamente. E você é o escolhido dessa era.
    - Mas como ele sabia que eu era o escolhido?
    - Não posso dizer.
    - Como você sabe de tudo isso?
    - Tem coisas que é melhor você não saber Ricardo.
    - O outro eu que eu matei não sabia que a Júlia era esse mago?
    - Não.
    - Por que?
    - Por que ele não perguntou.
    - Tem mais alguma coisa que eu deva saber?
    - Ele é bastante forte, ele te deixou ganhar naquela vez, na verdade nem morto ele estava só saiu do corpo da Júlia para te fazer achar que foi enganado, se você ir de cara limpa ele deixa o Ricardo inconsciente e te mata, por isso a fantasia de palhaço, mas você também tem que pegar algumas coisas para conseguir uma batalha justa com ele. Eu vou falar com o meu eu do passado para bolarmos um esquema para atrasá-los e você poder se preparar antes.
    - Só mais uma pergunta.
    - Diga.
    - Quantas vezes isso deu errado?
    - mais de 8000 quando eu perdi a conta.
    - mais de 8000!!!
    - É.
    - Não é melhor nós fazermos outro plano.
    - Esse foi que mais chegou perto de dar certo, inclusive foi você que fez.
    - Sério?
    - Sim. Sem falar que eu não posso interferir apesar de não aguentar mais isso.
    - Tive uma ideia.
    - Nossa. Sério?
    - (¬¬)
    - Diga.
    - Se eu morrer não vai dar para abrir a porta né?
    - Estava pensando quantas vezes você ia demorar em pensar nisso.
    - (¬¬)
    - É uma boa ideia, só que se você morrer vai ser sua última chance.
    - Quando você matar você mesmo o Lizack vai ficar irado, é melhor você se preparar antes.
    - É verdade você disse que ele é bem forte.
    - Sim, mas tem três coisas que podem te ajudar: as botas do trovão, a armadura divina e a Telos Blade apesar de também ser um problema.
    - Como assim?
    - Como posso dizer? Ela é bastante convincente, não e bom ficar conversando com ela.
    - Ok então, mas como vamos voltar no tempo.
    - Tem um artefato no topo daquela montanha pega ele que eu te ensino a usar.
    - FATE.
    - Que foi?
    - Por que você não some comigo com aquela magia que eu vi você fazendo.
    - Por que não teria graça. Até mais.
    FATE some no ar com aquela bendita magia e Ricardo vai em busca desse artefato, quando o encontra o FATE aparece e vai com ele para o passado.

    Capítulo 5 – O começo de um novo fim
    Spoiler:
    Que fim terá essa história? o que será de Ricardo? saibam disso no próximo episódio

    É um racunho da história que eu inventei, só escrevi as partes importantes até porque não quero escrever um livro em sim a história de um jogo. O jogo tem bem mais coisa do que nesse resumo, nunca consegui chegar ao capítulo 3 pois sempre acontece alguma coisa que fode com o projeto.

    E ai o que acharam?

    felipefalcon
    Veterano
    Veterano

    Masculino Mensagens : 455
    Experiência : 2236
    Reputação : 25
    - : Nada :) - : nada :)

    Re: Telo Blade: O Palhaço Maldito

    Mensagem por felipefalcon em Dom Set 23, 2012 1:55 pm

    Eu gostei,se você fosse fazer o jogo daria um bom jogo.

    A história está muito boa.

    vinikat
    Membro
    Membro

    Masculino Mensagens : 119
    Experiência : 1704
    Reputação : 13
    - : Nada :) - : nada :)

    Re: Telo Blade: O Palhaço Maldito

    Mensagem por vinikat em Dom Set 23, 2012 3:05 pm

    realmente gostei da história você é bom nisso

    É um bom roterista!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Telo Blade: O Palhaço Maldito

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:09 pm


      Data/hora atual: Qua Dez 07, 2016 6:09 pm