RMB - Vivenciando as mudanças da vida. Vá agora para a nova RMB! rpgmakerbrasil.net!


    Ultimate Fantasy

    Compartilhe

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Sab Set 18, 2010 5:25 pm

    Ultimate Fantasy
    Maiores informações ou introduções: Encyclopedia Ultamate fantasy


    Introdução

    Quanta confusão a respeito dos FF's, nenhum deles é uma continuação, até mesmo o X-2 não convence muito, que tal uma história que se acemelha a um mix de todos, FFI~XIV, Tactics, wings e tudo o que temos direito?
    Nesta proposta, levantarei muita coisa fictícia, mas que considero ser uma coisa muito perto do que é realmente Final Fantasy.

    Primeiro, não existe uma época exata, um lugar especifico, onde fica Gaia?(Ex: FF9 disse que era perto da Terra, sem mais esclarecimentos) Que tal definirmos isso, vamos dizer que é em um futuro distante (Tão distante que não se sabe, talvez 1 Quadrilhão de anos a frente), em uma outra dimenção, e o mais importante, que fica na Vialáctia, pois como indireta mente é suposto, se ao menos fica perto do planeta Terra, o mínimo é isso. O surgimento de Gaia vai ficar na história mesmo.

    Espécies:

    Spoiler:
    Todos suporam muitas espécies predominantes, em alguns existem em outras nem tanto, vamos definir 12, já que mais que isso seria um belo problema, e cai entrem nós, 12 já é MUITA coisa.

    Humano, Moogle, Viera, Bangaa, Céltico, Seeq, Hawlkman, Blackmage, Yuk, Nu-Mu, Garif, Uruta-Yensa.

    Totemas:

    Spoiler:
    Totemas, summons, AEOM's, Idols, seja lá como preferirem chamar, sempre estiveram presentes, aliás, sem eles isso tudo não seria Final Fantasy, são uma caracteristica única dos FF's, muito já imitaram, mas não há idolos tão fortes e caracteristicos quanto os do FF, e como em qualquer FF que se prese, o Ultimate tem os Totemas.
    Os Totemas, baseados nos mesmos do FF Tactics Advance, do GBA, são os "Criadores", não que sejam Deuses, mas eles são como os criadores das espécies, eles deram vida a Ivalice, que é um mundo mágico em um livro. Mas em Ultimate Fantasy, o caso é outro.
    Como bem sabemos, o planeta, de certa forma é vivo, mas e se ele tivesse conciência, se pensasse. Esse planeta, que se chama Gaia, é como se fosse responsável pelo seres que nela abitam, e como tal, o passo para evolução foi o desenvolvimente de várias espécies pensantes no mesmo lugar, para isso foi criado os Totemas. No total são 13, sendo que apenas 12 deles criou espécies semelhantes.
    Aqui está os Totemas e suas histórias.

    Ultima (A matriarca bondosa);
    Carbuncle (A besta inocente);
    Shiva(A bela serena);
    Adrammelech (O Dragão honrado);
    Leviatã (O colosso dos mares);
    Kúchulainn (O ferrão letal);
    Garuda (A liberdade alada);
    Odin (O cavaleiro de trevas galopantes);
    Exodos (O juiz errante);
    Ramuh (O bóde sábio);
    Ifrit (O corne flamejante);
    Zeromus (O eremita estrelar);
    Bahamut (O senhor do tempo)


    Finalmente, o momento que todos esperavam:


    Cap I
    As Voltas Do Tempo


    Spoiler:
    O tempo é uma ilusão, o que passou já se foi. O que muitos querem saber, o quem somos, de onde viemos, para onde vamos, ou até o que somos. E eu, quem sou eu? Já me conheceram por muitos nomes, já me deram muitos títulos, me respeitaram e me desrespeitaram, me abençoaram e amaldiçoaram. Me deram o nome de Mãe Natureza, Urantia, Planeta, Terra, e por fim Gaia.

    Antes de saber quem eu era, não sabia de minha própria existência. Por anos observei os seres e suas ações, tanto boas, quanto muitas ruins. Um dia, algo terrível estava para se chocar contra nós, foi sentindo sua agonia na espero do pior que despertei. Vou lutar pelo que acredito!!! Pode sentir minha vida, sem saber como proteger eles com minha vida, minha inotável existência, com toda minha força... Algo aconteceu, aquilo que parecia o fim, foi um novo começo, o planeta havia absorvido as chamas, as rochas haviam se fundido, uma nova era havia nascido. A era de Gaia.

    Com os milênios, recebi contatos que me disseram que eu havia evoluído, se nomeavam mensageiros do criador. Eu havia passado pela primeira parte da evolução, agora a evolução de meu povo dependia de mim.

    Criei 13 defensores, nomeados Totema, os Arkanjos, cada um com suas características únicas, cada um com sua função na evolução. Muitas histórias procederam, muitas guerras ainda aconteceram, o equilíbrio, abalado muitas vezes, tramas incontáveis, heróis e princesas, reinos e espécies, monstros e belezas, mas essas são outras histórias, pois essa, é a Fantasia Final, e estamos na Ultima Fantasia.

    Planeta Gaia, 6800 pós final.

    Algo está para ocorrer, um clima tenso, o que será que é?
    É um lugar escuro, dentro de uma espécie de catedral esculpida na rocha, um grande salão, há um símbolo, um circulo de transmutação feito em todo o salão com uma grande pedra no centro, um cristal, parece uma jazida com formas saltadas que lembram engrenagens. Há um altar, nele há um ser, um homem talvez, todo revestido de um armadura em forma de túnica, como se fosse um mago. Está flutuando a poucos centímetros do chão. Sua mão faz movimentos como se tivesse vida própria, luva com dedos pontudos, seus olhos no escuro e brilham vermelho.
    Ergue as mãos, com uma voz maléfica diz:

    Mago: Em mil vezes das mil voltas, o pendulo que conta em balanços, escoltas.
    Engrenagens em ciclos infinitos, gira em direções, em vários sentidos.
    Forças além da imaginação, devolva o poder para quem te teve na mão!
    Nos ponteiros mostras o exemple, de todos controlas o tempo.
    Traga de volta o passado, traga agora vero fato!
    Ordeno que escute, senhor do tempo Bahamut!

    Aquela enorme pedra começa a pulsar como um coração, pulsa e brilha, algo se procede. Sons de vidro trincando, algum zumbido estremecedor, distorções em pleno ar, vultos de cores diversas, e quando as expectativas foram se realizar... Simplesmente o cristal some. O mago baixa a cabeça e fecha os olhos. E ele surge...


    Bahamut, em suas costas uma aureola como um relógio, 3 ponteiros, segundos é o mias longo, seguido de minutos e horas. Abre os olhos aos pouco, urra:

    Bahamut: Quem ousa me acordar, OUTRO PROCURANDO GANÂNCIA!?

    Olha para o mago, acaba de nota-lo, uma ira amargurosa toma conta...

    Bahamut: Mortal de olhos sombrios, o que achas que estas fazendo?!

    Some num risco, aparece com a lança dos segundos apontada para o mago, apenas centímetros para mata-lo.

    Bahamut: RESPONDA!

    Mago: Hypnosis!

    Bahamut: HÁ! Você acha quer pode COMIGO!!!

    Puxa a espada dos minutos e quando ia executa-lo... Ele pára, uma aura colorida transparece em sua volta, seus olhos dilatam.

    Mago: Meu nome é Wyk, seu mestre, lembre-se disso.


    Cap II
    Linhas Paralelas


    Spoiler:
    Enquanto as 12 nações estavam em harmonia, eles mal esperavam por isso...
    Mago: Essa é uma nova era. Acharam que poderiam me exilar? Nunca me pegaram e agora verão o fruto de minhas pesquisas.

    Dizendo no topo do monte onde está esculpida a catedral, onde também está Bahamut, que está atrás do mago, em uma bancada. É uma bela visão de uma planície.
    Wyk: Ha! Quem ri por ultimo ri melhor!
    Olho por olho, dente por dente.
    Foi com muito suor,
    E agora concretizo o que tenho em mente!
    Bahamut faça as honras?

    Bahamut ergue os braços, ele está totalmente fora de si. Não sabe o que se passa, mas obedece mesmo assim. Hypnosis, uma magia arcana que parece simples, Normalmente usada para acalmar feras ou simplesmente dominar a mente inferior... Mas como O Senhor do Tempo Bahamut pode ser vencido assim? Hypinoses deixou-o com Control, agora Wyk tem total controle de Bahamut.
    Wyk: Vocês julgaram-me inimigo, agora isso eu admito, vou carregar o nome ao qual me atribuíram. De hoje em diante sou Dark Wyk! Mais uma vez assim como já sentiram. Bahamut! Dimensional-X!

    Bahamut executa a maior magia temporal de todos os tempos, o Dimensional-X. Distorções temporais começam a acontecer. Buracos começam a surgir, é tudo um caos.

    Dark Wyk: Agora o gran finale... Combine com o seu melhor Hastega e Slowga!

    Bahamut possui o maior poder de todos os 13 sumons, é o mais velho dos Totemas, é inegável que poderia facilmente destruir Gaia. Mas não permitiriam que isso acontecesse, por isso Wyk decide criar um caos irreversível. Pelo mundo todo aberturas de portais surgem e desaparecem. Por toda Gaia e em todos os tempos possíveis. Nada de bom pode resultar disso. Mas há algo que me incomoda. Logo o espetáculo de terrorista pára. Sem mais nem menos. O que será que ocorreu?
    Eu preciso contatar os Arkanjos! Existe uma reuniam astral que fazemos quando precisamos discutir sobre o destino do mundo, essas reuniões são quase que anuais, normalmente apenas uma vez a cada 2 anos, este é E.D.E.M.: Exame ao Destino Eminente do Mundo, ou “O Conselho dos Arkanjos”. Eu sou o espírito do mundo, não posso me comunicar diretamente com os seres do mundo, estou em um nível alto, como se fosse outra dimensão, a única forma de me comunicar com os Totemas é se eles me contatarem em sua forma astral. Assim eles podem se comunicar de qualquer lugar do espaço, ou dimensão. Eles podem fazer isso entre si, mas se um deles não quiser ser contatado, este não poderá ser convocado por outro, assim como se estiver concentrado em outra coisa. Posso tentar chamá-los com fenômenos naturais que atraem a atenção. Mas nem sempre funciona.
    Em uma situação assim só posso esperar que eles tenham percebido o ocorrido...
    No frio do espaço, luzes coloridas, uma constelação brilha, o signo de Virgem, Ultima está me contatando.

    Ultima: Mãe Gaia! O que acontece? Sei que tua visão vê mais que a minha, diga-me o que foi isso. Não me diga que... Bahamut?..
    Gaia: Notou tão rápido, ainda tem um carinho especial por ele não?
    Ultima: Sendo o primeiro Totema que nasceu depois dele, eu passei mais tempo junto à ele e sei como ele realmente é. Talvez a única que entende ele, assim como você Mãe Gaia.
    ???: Mas como isso foi acontecer?!
    Um vento de tempestade sopra anunciando a constelação de Áries, é Ramuh.

    Ramuh: Distorções por toda a vastidão das planícies...
    Gaia: É Bahamut, há algo de errado com ele, um maligno dominou-o.
    ???: Senti isso também.
    Nas altas montanhas sólidas, lá está o errante signo de Libra, Exodos.
    Exodos: Onde está os outros?! Temos que tomar providências imediatamente!
    Ramuh: Tenha paciência, por favor Exodos.
    ???: Paciência é uma arte não é?
    ???: Não temos tempo para provérbios.

    O poderoso mar é impulsionado pelo sopro dos céus, Peixes e Capricórnio, Leviatã e Adrammelech.
    Adrammelech: Não precisemos de tanta pressa, sabe que isso deve ser visto com muito cuidado. Estratégia, não é simplesmente executar uma busca desesperada por uma solução.
    Leviatã: Vendo por essa perspectiva, só não podemos ficar falando bonito enquanto nada é feito.
    Adrammelech: Deveras. Só um momento... Pode aparecer, sabemos que está aí.

    Nos mistérios da matéria, física e perspectiva na solidão do espaço. Lá está Câncer, chamado de Zeromus.
    Zeromus: Me desculpe, não era de minha intenção me esconder.
    Ultima: Não há por que se desculpar é apenas uma forma de tentar fazer com que participe.
    Zeromus: Em minha opinião devemos esperar para que todos estejam presentes.
    ???: GAIA! O mundo virou um caos!

    Das terras flamejantes, onde a vida é forjada pelo fogo, chamam-no Ifrit, o Touro.
    Ifit: Blah! Isso é uma barbárie!
    ???: Olha quem fala.

    Das terras geladas é a amazona, Aquário protetor da vida. Indomável Shiva.
    Shiva: Barbárie não é sua especialidade?
    Ifrit: Como?! Mas que menina mimada! Não sou eu quem falta com responsabilidades. Blah!
    Shiva: Como ousa dizer isso? Veja lá como fala com as pessoas. Grosso!
    Gaia: Comportem-se diante do EDEM! Vocês são Totema! Julgados seres celestiais, ajam como tal.
    Shiva – Ifrit: Sim Gaia!
    ???: Será possível? Ainda agem como se tivessem tempo para discussões?!
    Olhos da águia sagrada podem enxergar e entender muito que outros não podem. Gêmeas como sua dualidade personal de Garuda.
    Garuda: Insulto!
    ???: Olha como fala, pombo correio.

    Domínio sobre o extraordinário em galopadas do conhecimento. Aquele que mira longe é um Sagitário como Odin.
    Odin: Não é a hora certa para isso.
    Garuda: Isso? Isso o que? Ops... Foi malz!
    Odin: Esquece isso...
    ???: Ultrajante! Que terrível! (como um deboche)

    Vindo do fundo da pura floresta onde contamina, como o veneno do Escorpião, é Kúchulainn.
    Kúchulainn: Não me deixariam fora disso certo?
    Odin: *Mais essa ainda...* (silencioso)
    Exodos: *Isso já passou de ridículo.*
    Garuda: Agora sim! Não pode ficar pior.
    Ultima: Olá Kúchulainn. Já não está entre nós a um bom tempo.
    Kúchulainn: Bom, antes tarde do que noite não?
    Gaia: Como quiser. Então há algo que queira dizer.
    Kúchulainn: Sim eu tenho... Pensei bem e sei que precisam de ajuda, percebo que algo bem interessante acontece, todo Totema deve colaborar certo?
    Gaia: Certamente meu filho.
    ???: Mãe, mãe Gaia! (voz infantil)
    Forte como Leão e dócil como coelho, este é Carbuncle.
    Ultima – Shiva: Carbuncle!
    Kúchulainn: Era só o que faltava. O queridinho...
    Zeromus: E qual o é problema?
    Gaia: Estamos todos reunidos agora. Totemas, EDEM está em aberta.

    Cap III
    Desaventurados


    Spoiler:
    Gaia: Totemas, EDEM está em aberta. Os fatos são: Bahamut está sob controle de alguém, um ser maligno, eles se esconde pelo espaço tempo, tramou algo e fará sem nenhum aviso. Como podemos evitar alguma catástrofe? Essa é a questão.
    Carbuncle: Carbuncle saudade Bahamut...
    Odin: Não se preocupe pequeno, salvaremos ele, isso eu garanto.
    Ifrit: É isso aí! Deixe com os homens! Blah!
    Shiva: Homens?
    Ifrit: Com os TOTEMAS. Então?
    Shiva: Assim é melhor.
    Ramuh: Temos de procurar pelo mundo, indícios, informações, qualquer coisa que ajude.
    Adrammelech: Creio não ser tão fácil assim, teremos de convocar escolhidos. As pessoas mais honradas para que possamos agir da melhor forma possível, toda ajuda é necessária.
    Kúchulainn: Até a minha, não é?
    Exodos: *Pelo amor de Gaia.*
    Gaia: Claro! Sua intenção é mesmo de redimir-se.
    Kúchulainn: Sem dúvidas. Mas para me ajudar, terei de poder sair daqui.
    Gaia: Com certeza.

    Um alvoroço toma conta.
    Shiva: Vai mesmo libertá-lo?
    Ramuh: Vossa bondade!
    Exodos: Protesto!
    Adrammelech: Isso seria correto?
    Leviatã: Isso pode ser perigoso!
    Kúchulainn: Obrigado pela franquia.
    Gaia: Silencio! Eu decido que ele será liberto, alguém é contra?
    Todos:...
    Garuda: Não...
    Exodos: Nada a declarar meritíssima.
    Odin: Por mim tudo bem.

    Kúchulainn vive preso no centro de uma floresta, dentro da árvore sagrada, a Yggdrazil. Lá ele paga pelas faltas de seu passado revitalizando o mundo de lá. De seu corpo sai tentáculos que se prendem a Yggdrazil, assim distribui mana e vida para o solo. Seu poder é de absorver, purificar, mas usou disso de forma egoísta.
    Kúchulainn se desprende quando solto os cipós sugadoras de vitalidade, elas faziam Drain. Ele da alguns passos, olha para frente, vê uma luz logo à frente. Sai para fora da grande árvore, olhando para o céu com os braços erguidos.
    Kúchulainn: Estou livre! Obrigado!
    Serei muito útil, podem ter certeza.

    Gaia: Agora vão! Salvem o mundo!
    Todos saem em direção ao destino.

    Enquanto isso, em um lugar, um mundo, época ou até mesmo dimensão, dois jovens irmãos estão à beira de um desastre, isso mudará toda sua vida.
    Planeta Terra, 2525 Ante Final.
    Terceira Guerra Mundial, mesmo depois da paz mundial, uma Organização terrorista, a DEATH (Ditadores Extremistas Ante Toda Humanidade), declarou guerra ao mundo. Com alta tecnologias eles tem um exército de máquinas autônomas que fazem todo o trabalho de matança.
    Em meio à um ataque, os dois órfãos, que sempre estiveram sós mesmo no orfanato, corriam para tentar ajudar as pessoas que estavam em apuros.
    -Kiutia
    18 anos – Estatura baixa – Olhos de um estranho tom vermelho – Cor de cabelo castanho levemente ruivo – trabalhava de instrutor de Ninjitso (arte marcial de ninjas) – Pessoa honrada de temperamento sério.
    Kiutia: Vem! Cuidado!
    -Kayrus
    15 anos – Estatura média – Olhos azuis – Cor do cabelo loiro quase grisalho – pretendia ganhar a vida em competições de Sniper (modalidades de tiro) – Atrapalhado e extrovertido.
    Kairus: Calma! To indo!
    Kiutia: Ali! Naqueles escombros deve haver sobreviventes.
    Kairus: Se abaixa!

    Aeronaves por todas as partes, é uma disputa intensa. DEATH está invadindo o Norte de Drazilia, pretendem dominar está parte do país. Nos duelos entre as naves o fogo inimigo acaba acertando as construções.
    Os irmãos não se ferem, mas uma tempestade começa. Uma torrente surge para complicar a situação, é uma água pesada e relâmpagos riscam os céus. Uma nave havia caída e impactou-se logo entre eles, um buraco no chão separa eles agora.
    Kiutia: Kayrus! Espere por mim aí mesmo onde está!
    Kayrus: Ta bom!

    Kiutia desce o buraco... Um raio cai dentro do buraco e cria uma distorção dimensional, o buraco suga Kiutia!
    Kayru: Oh não! Kiutia! Só espero que ele esteja vivo... Jerônimo! A meu chapéu!

    Planeta Gaia, 6801 Pós Final.
    Um ano se passou desdo ocorrido com Bahamut, agora os Totemas seguem em busca de respostas e recrutando as pessoas mais capazes de ajudar o mundo. Muitos se organizam para prevenir o pior, há uma tensão entre os reinos, a desconfiança é geral.
    Planícies de Giza, divisa do Reino Ozma com Dalmasca. Uma distorção dimensional ocorre nos céus. Consigo sentir isso, quando estou presenciando o ocorrido algo me chama a atenção, um garoto sai da distorção, quase não o notei.
    Gaia: Minha pequena criança... Não deixarei que sua vida acabe assim.

    Não posso fazer muito sobre coisas assim, então intuo para que pequenos Rabbits o notem. Rabbits são muito caridosos, são na forma de um coelho de calda muito peluda que forma uma bola de pelo maior que ele, suas orelhas parecem penas, têm uma noção da magia branca. É a única chance que o garoto tem de sobreviver agora.
    É um pequeno grupo de Rabbits, entre eles um líder antigo, muito sábio. Normalmente Rabbits tem a cor branca, esse líder tem a cor cinza. Um dos Rabbits enxerga no céu algo estranho se aproximando, seu ouvido altamente aguçado escuta um grito, não há duvidas, é uma criatura caindo. Nestas áreas existe Zulus, grandes aves negras que fazem sua presa despencar de uma grande altura. Pensando nisso ele dá sinal para o líder olhar para cima, o líder olha, um ponto no alto começa a se aproximar e nota que é uma pessoa. Rapidamente ele começa a conjurar Protect, os demais ajudam ele a concentrar. Uma grande luz azul começa a cobrir Kayrus.
    Kayrus: Pra que eu fui entrar?! AAAAAAAAAA!
    Eu podia ter esperado, mas não! Eu tive que fazer. AAAAAAA!
    Onde está o Kiutia? KiutiaaaaAAAAAA!

    Cap IV
    De Cabeça No Novo Mundo


    Spoiler:
    ...Mas o que é essa luz azul? Me sinto tão bem. Não estou mais assustado...

    Quando Kayrus impactou o solo, ele não sofrera quase nada, apenas sentiu-se como se tivesse levado uma pancada na cabeça, está tonto mas é só isso. Duas coisas ajudaram ele a sobreviver: O Protect muito bem conjurado, quase sendo um Protega, que repeliu o chão e amorteceu a queda. Mas só isso para aquela altura não basta, o importante a lembrar é que a gravidade é um pouca mais leve.
    Kayrus se levanta e olha em volta, ele está todo ralado devido à queda. Vendo isso, os Rabbits tratam de conjurar cure, as feridas simplesmente se curam.
    Kayrus: Mas queeee... Nossa que criaturas bonitinhas e assustadoras, então vocês me salvaram?
    Rabbits: Iiiuii-i-iii. (Conseguimoooooos!)

    Todos os Rabbits parecem felizes, e o líder está satisfeito com o bom trabalho em equipe.
    Kayrus: Emm... Obrigado? Ooh, agora eu to falando com animais.

    O líder faz sinal de desacordo.
    Kayrus: Você entende?
    Líder: I iu ui-i u-u-i i. (Estou acostumado com civilizados)
    Kayrus: Sei lá emm... Ta certo, para onde fica a cidade mais próxima?

    Líder aponta para uma direção, parece que ele sabe mesmo do que Kayrus disse.
    Kayrus: Obrigado novamente amiguinhos!
    Isso foi e estranho... que lugar é esse? Eu fui tele-transportado?
    Mamãe! O que é aquilo?!

    Kayrus se esconde atrás de uma pedra, olha, sua visão é a de um Slave, uma criatura composto de uma cabeça e duas patas grossas e compridas, grande e cascudo com uma carapaça na cabeça, tem cascos que parecem rocha em seus pés. Ele se alimentas de sais de rochas, que é exatamente o que está fazendo.
    Kayrus: Essa coisa come pedras... Será que não to mais no meu mundo? Não não! É obvio que eu não estou no meu mundo. MAS ENTÃO ONDE EU ESTOU! Ops...

    Slave olha para Kayrus e se sente ameaçado. Esse não é um comportamento comum mas o Slave corre para atacar.
    Kayrus: Não não não! Eu não fiz nadaAAA!

    Ambos correm para direção da tal cidade, Kayrus por sua vida e o Slave por instinto. Slaves não foram feitos para correr, seu tamanho é para intimidar e apenas se defendem, logo ele cansa de correr, olha pro lado e vê uma deliciosa rocha, ele deixa Kayrus e lá vai ele à refeição. Kayrus nem olha pra trás.
    Depois de muito correr, Kayrus perece cansado.
    Kayrus: Aaaa... Socorro... Ele (suspiro) lá vem, La vem... Como é?

    Olha para trás e não vem nada além de uma planície.
    Kayrus: Pow! Já é. Já é nada, cadê o Kiutia? Vish! É capaz de eu nunca mais ver ele...

    Kayrus se joga no chão sem esperanças, mas alguém está olhando para ele, quem será? É ninguém menos que Bern, o Bangaa.
    Bern: Ei fedelho! O que está fazendo em um lugar como esses?
    Kayrus: E que eu_ Caraaaaca! Lagarto gigante!
    Bern: Lagarto é o TIO! Se você dizer isso para qualquer Bangaa, ele te quebra na (vou lavar a minha boca com sabão) o pamonha! Só não te ergo no soco por que me parece meio melô.
    Kayrus: Bangaa?
    Bern: Ta de brincadeira? Eu sou um Bangaa rapá! Sei lá você é estranho. Tem certeza que nunca viu um Bangaa?

    Kayrus: Nunca vi, eu não sou daqui, eu vim de Drazil, lá não tem nada disso nem desses bichos estranhos.

    Bern: Como nomeia?
    Kayrus: Drazil.
    Bern: Eu quis dizer como te chamam o PAMONHA! De certo nomeiam Pamonha mesmo.
    Kayrus: A ta! Eu sou Kayrus, prazer.
    Bern: Prazer? Você fala esquisito. Nomeio Bern! E falow...
    Kayrus: Bern, onde estou?
    Bern: Giza Plains, nem conhece certo?
    Kayrus: É, isso mesmo.
    Bern: Que lugar é Drazil? Não é um dos 12 reinos.
    Kayrus: 12 reinos? Wow! É pior do que eu imaginava. Que ano estamos.
    Bern: Significa que não sabe? Em 6801 Pós Final.
    Kayrus: Quer saber? Esquece isso. Eu não sei que mundo é esse, não sei como cheguei aqui, não sei como volto.
    Bern: ...Você é um Exoterno, cuidado, as pessoas não gostam de Exoternos, todo Exoterno acaba trazendo maldição. Sendo eu não acredito que um fedelho trazer irá algum problema.
    Kayrus: Mmm... Até a fala é estranha. Ué? Nós falamos a mesma língua.
    Bern: Língua? Cara que língua? Eu tenho a minha e você a sua. O que significa?
    Kayrus: Bom, é idioma. Entende?
    Bern: Idioma, sim nós falamos o mesmo idioma, todos falam Zodiano.
    Kayrus: Eu falo Letrim, mas tudo bem.

    Antes de tudo acabar e recomeçar, foi instituído o Letrim, a melhor forma de fala e escrita possível, esse idioma era falado por todos. Pós o recomeço, Zodiano foi a reforma de Letrim.
    Bern: O certo de querer viver aqui precisa aprender tudo daqui.
    Kayrus: Eu to com receio de perguntar mas... Me ajuda?
    Bern: Não sei o que quis dizer de certo sendo que sim, eu ajudo.

    Cap V
    O Reaprendizado

    Spoiler:
    O Bangaa Bern, que tem uma lança em suas costas, está ajudando o menino, que não tem nada a oferecer.
    Bern: Venha Kaa...
    Kayrus: Kayrus!
    Bern: Isso! Kayrus, venha, te levo à Rabanastre. Tente não parecer um Exoterno.
    Kayrus: Mas como assim? Não sei como fazer isso!
    Bern: É só não agir como se fosse de outro mundo, seja normal sem ficar dizendo: OH! Eu não sei o que é um Bangaa!
    Kayrus: A bom, assim fica mais fácil.
    Bern: Bom mesmo? Vou vendo.
    Kayrus: Vamos onde mesmo?
    Bern: Rabanastre.
    Kayrus: Aaa... Como é?
    Bern: Significa que não sabe, é certo começar com conhecimentos regionais. Estamos em Giza, Oeste do reino de Dalmasca. Conheceu?
    Kayrus: Acho que entendi. Agora vamos para Raba-ne-te?
    Bern: RabaNASTRE!
    Kayrus: Ow! Calma aí.
    Vamos para Rabanastre, que fica em Dalmasca. Mas agora estamos em Giza, acertei?
    Bern: É isso.
    Vamos ver... Aqueles ali são Wolfangs, bem típicos da região.

    Vendo uma espécie de lobo alaranjado rajado de branco, tem uma coisa como se fosse uma mascara preta na parte superior do focinho.
    Bern: Não causam problemas se passar tranquilo, sem encarar.
    Kayrus: E aquele malzão alí?
    Bern: Slave, não tem nada de malvado nele, é só um minerivoro, não faz nada além de comer pedra. Quando te encarar, faz de bom que ele pára, assim é só respeitar.
    Kayrus: E se alguém dizer algo e eu não puder responder?
    Bern: Assim é só dizer que você veio de... Mediterrânia.
    Kayrus: É um lugar?
    Bern: Sim, nem é uma cidade de real, sendo mesmo um acampamento de pobres na divisa de Dalmasca e Seekingdon.
    Kayrus: Quer dizer que é possível uma pessoal de lá ser assim como eu?
    Bern: Não. Ninguém se importa se você veio de lá, só vão ficar surpresos.
    Kayrus: Ta bom então.

    Caminhando por um prado, são as Planícies de Giza, ou Giza Plains. É uma planície verde com algumas árvores ou rochas, pequenas colinas e vegetação rasteira. Também podem ser vistos Armorings, cavalos brancos de armadura, sua cabeça é rente ao pescoço e sua calda é bem definida, dando ao seu corpo uma forma de meia lua coberto de uma armadura com pequenos arpões voltados para cima.
    Bern: Deve ser que você não sabe lutar. Sabe usar algum tipo de arma?
    Kayrus: Sei lá! Eu sei atirar com qualquer coisa, isso serve?
    Bern: Na verdade serve bem. Toma isso, é uma arma chamada Ursa, é do estilo Sniper mesmo sem monóculo, chamam de rifle.
    Kayrus: Então devo usar isso pra matar?
    Bern: Mata mosquito pra não se incomodar. Mata monstro pra não morrer certo?
    Kayrus: Sim, certo.
    Enquanto a minha forma de falar? Ninguém vai achar que eu sou um Exo sei lá?
    Bern: Não, quando te perguntarem algo responda tudo de sempre. É de Mediterrânia, não pensar irão que você é um Exoterno.
    Kayrus: Bom, como é a economia do mundo?
    Bern: Af! Tem dito! Temos que criar uma conta-espectra para você. É só achar um Saver, resolver irá tudo.
    Kayrus: Conta espectral?
    Bern: Conta-espectra! Uma como essa.

    Bern passa a mão por sua própria gente e aparecem letras, como se fosse um documento, o seu nome, o seu dinheiro, entre mais algumas informações como o nível de força.
    Kayrus: WOW! Massa! O que é isso?
    Bern: Este? Meu nível.
    Kayrus: Nível 37 é muito?
    Bern: Nível bem de quem começou a sair por lugares interessantes.
    Kayrus: E o meu? Quanto tenho.
    Bern: Me da um soco bem aqui.
    Kayrus: Tem certeza?
    Bern: O melhor que alcançar! (jogando suas coisas no chão)
    Kayrus: Ta bom então, ta.
    Haaaia!

    Foi sem dúvida o melhor soco que pôde dar. Bern faz uma cara estranha, olha pro Kayrus.
    Bern: Nossa... Mesmo, real?
    Não passa nem de 7. (recolhendo seu equipamento)
    Kayrus: Como!? (cara de trouxa)
    Bern: Matar um Rat me surpreenderia.
    Kayrus: Cruzes, to ruim assim?
    Bern: Quanto tempo você tem?
    Kayrus: Tempo de vida? 15 anos.
    Bern: Af! Certo é você ter no mínimo 12 de nível, agora não tem não.
    Kayrus: Nem Rat? Que Rat é esse?
    Bern: Um roedor pequeno, tipo rato se não me engano.
    Kayrus: Rato!? Que rato não?

    O dia passa, já mais do meio dia.
    Kairus: Fome! Ronco de fome me pega e meta!
    Bern: Pára Baderna! Estamos perto, se me disser que ta comigo e me ajudar vai da boa. Vamos comer... E beleza!
    Kayrus: Mesmo?
    Bern: Mmm... Mesmo. Bem mesmo.
    Kayrus: Já vi! Rabanastre!
    De longe pode ser avistado Rabanastre, uma cidade de forte comércio, a maior parte de rota comercial em solo passa por este.


    Última edição por KIU em Dom Abr 01, 2012 7:54 pm, editado 59 vez(es)

    Pheryus
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 214
    Experiência : 2625
    Reputação : 38

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Pheryus em Ter Set 21, 2010 1:20 pm

    Bom, não consegui entender direito o tópico. Isto é uma coisa que você está criando, ou continuando Final Fantasy?

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Ter Set 21, 2010 3:22 pm

    Boa pergunta, é que não tenho muito tempo, vai demorar para passar tudo para o tópico, faço aos poucos, vai olhando com forme os dias, mas não é continuação, não exatamente, é mais uma coisa minha baseada em todos os Final Fantasys.

    orodius
    Membro
    Membro

    Masculino Mensagens : 115
    Experiência : 2599
    Reputação : 26

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por orodius em Dom Set 26, 2010 10:22 am

    opa!FFT é comigo mesmo^^,mais,pelo que eu entendi é um jogo baseado no FFT?um jogo parecido,ai eu me embolei todo u.u,você quer juntar todos os jogos de FFT?na minha opinião,eu não acho que seria uma boa idéia(mais isso é só a minha opinião)
    e é só
    flws

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Sab Out 09, 2010 2:02 pm

    Na verdade não exatamente, o FFT é só uma pequena parte, só a dos totemas e outras coissinhas, se não sabem, o FF12 tem uma boa parte baseadas em coisas so FFT. Mas eu não zerei o FFT do ds ainda, o que quer dizer que me falta alguma coisa, e como foi dito, é fixão minha, algumas coisas fundamentais.

    Nekyou
    Membro
    Membro

    Mensagens : 119
    Experiência : 2405
    Reputação : 15

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Nekyou em Sab Out 09, 2010 5:19 pm

    parece ser legal

    CoCoTroVao
    Novato
    Novato

    Mensagens : 7
    Experiência : 2255
    Reputação : 10

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por CoCoTroVao em Dom Out 10, 2010 12:09 pm

    "seu cabelo é composto de um tipo de mythril e seus ossos também"
    Mythril é um minério, que (segundo Tolkien ^^) é o mais resistente e leve de todos, ter aquilo no cabelo ia levar os Celtas a extinção, porque Mythril é raro e MUITO caro (no Senhor dos Anéis, uma malha de mythril vale mais que o Condado onde mora Frodo e Bilbo ).
    Acho também que deve mudar um pouco os nomes, Alexandria só vai ficar legal se o Rei de lá se chamar Alexandre, e mudar o nome Celta, porque não ficou muito legal (nome de uma civilização numa espécie? O.o?), MAS! o jogo em geral parece bem legal, mas não vou jogar porque não gosto de FF ok?

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Sab Out 16, 2010 3:11 pm

    Mythril quiz dizer mais mesmo como se fosse o cal nos ossos, sabe né, o cal em nossos ossos não da para usar, nem mesmo o ferro no nosso sangue, nem da para usar nosso cadaver para usar de adubo como acontece com os animais na natureza, quero dizer, os animais são aproveitados de forma mais rápido que o ser humano, então pensar só, esse Mythril é inutil, por isso especifiquei "Tipo de Mythril", mas é uma adaptação por usarem muita magia, pelo menos é uma esplicação, pus um parenteses esclarecendo, espero ter deixado claro.

    Essa espécie, a Celta, já existe, não é invenção minha, você deveria jogar FF, você saberia.

    E Alexandria já é o nome de uma cidade no FF 9, onde um reino já é a cidade, o que encurta o papo de país e coisarada, ou seja, é mais pra gosto no caso, se virasse um jogo mesmo, acostumariam-se com a idéia.

    Só uma coisa, aqui no roteiros não são coisas que vão virar jogos, mas sim idéias que podem ser que se alguém quiser, pode fazer um jogo, os roteiros para avaliações que vão virar um jogo de certeza ficam em outro tópico.

    Arthur Augusto
    Novato
    Novato

    Masculino Mensagens : 16
    Experiência : 2255
    Reputação : 10

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Arthur Augusto em Qua Dez 29, 2010 12:57 am

    Eu entendi a sua introdução de roteiro, e até acho interessante. Sou, também, um grande apreciador da série FF (apesar de nunca ter zerado nenhum, exceto o tactics). Mas, opinião minha, o número de raças 'associáveis', vamos assim dizer, é exagerado. Como já disse, gosto muito de Final Fantasy, mas este é algo que me desanimou desde sempre. Acho que o fato de eu ter zerado o tactics(de playstation), é que nele só existe humanos. Não estou dizendo que deva mudar, afinal, isto fugiria completamente da sua inclinação para a série FF, mas... digamos que isto torne as coisas um tanto complicadas. Apesar de parecer contraditório, estou trabalhando num projeto que também haverá muitas raças, mas a maioria não formam civilizações. O que quero dizer, é que é melhor não tentar formar raças que imitem à humana, pode ficar monótono. Mas não me dê ouvidos, se você realmente queira fazer um mixer de todos os FF's. ^^
    Quanto ao fato do Mythril, meu caro, com o CoCoTrovao [õ.Ô]: os Celtas seriam dizimados assim que os humanos - sim, os humanos - descobrissem sua composição. Seriam como elefantes com marfim. E acredite, a raça humana é inteligente, gananciosa, e incrivelmente habilidosa no que se diz em 'driblar obstáculos' (aliás, deveria acrecentar isto à características humanas). No caso, o obstáculo seria: como tirar o mythril do corpo dos Celtas? Não é, no mínimo possível, que alguem possa pensar em alguma forma de retirá-lo? Se me permite sugerir, poderia fazer dos Celtas uma raça condenada, assim como muitas espécies que temos hoje em dia.
    As características, também, estão pouco explicativas (desculpe a crítica). Te dei a sugestão de características humanas. Não precisa postá-las aqui, mas anotá-las em um caderno lhe será de ajuda para poder formar os personagens coerentemente, assim como as ações de um rei, de um povo, as causas de uma possivel guerra, ou mesmo a tal extinção dos Celtas.

    Enfim, espero ter ajudado, ou pelomenos não tê-lo ofendido ou desanimado.

    Abração a todos aew! e Feliz ANO NOVO!

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Qua Dez 29, 2010 9:04 am

    Você, além de não conhecer mas, os celtas existem em algumas versões dos FF's, e eu já disse
    Mythril quiz dizer mais mesmo como se fosse o cal nos ossos, sabe né, o cal em nossos ossos não da para usar, nem mesmo o ferro no nosso sangue, nem da para usar nosso cadaver para usar de adubo como acontece com os animais na natureza, quero dizer, os animais são aproveitados de forma mais rápido que o ser humano, então pensar só, esse Mythril é inutil, por isso especifiquei "Tipo de Mythril", mas é uma adaptação por usarem muita magia, pelo menos é uma esplicação, pus um parenteses esclarecendo, espero ter deixado claro.
    Eu falei isso ao cocotrovao, e 12 espécies, Confia que você já vai sacar, quem conhece a história de FF a fundo vai se adimirar.

    Kazy
    Novato
    Novato

    Masculino Mensagens : 24
    Experiência : 2198
    Reputação : 11
    - : Nada :) - : nada :)

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Kazy em Ter Jan 04, 2011 7:22 pm

    Pelo que entendi é a história apenas das classes. É interessante, quero ver como vai ser aplicada na prática. Quando sair uma demo me avise OIEUOEIUE :D

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Qua Jan 05, 2011 10:09 am

    Na verdade, não é para virar um jogo, é apenas uma idéia que tive e já faz um tempo, no caso, se foçe virar jogo, teria de ter uma equpe enorme, com todo tipo de especialidade, acho que no fim, não deixará de ser apenas uma história.

    Kazy
    Novato
    Novato

    Masculino Mensagens : 24
    Experiência : 2198
    Reputação : 11
    - : Nada :) - : nada :)

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Kazy em Qua Jan 05, 2011 10:45 am

    Ah, pelo que eu tinha entendido do post você faria um jogo juntando todos os FFs.

    Mas enfim, boa iniciativa.

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Qui Jan 05, 2012 3:21 pm

    Atualizado, por fim, o primeiro Cap: As Voltas Do Tempo

    See Yah!

    Double Post: Ninguém disse nada, então vim relembrar que tenho o primeiro capitulo da história pronta cert?

    See Yah!


    Última edição por cranem258 em Dom Fev 05, 2012 12:24 am, editado 1 vez(es) (Razão : Double Post)

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Qui Fev 09, 2012 8:07 am

    Cap III, mais capitulos já estão a caminha, o IV e o V em breve!

    See Yah!

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Dom Mar 11, 2012 7:47 am

    Em breve Ep V
    Assim que eu achar meu Pendrive...

    See Yah!

    darkchaos
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 179
    Experiência : 1928
    Reputação : 13
    - : Nada :) - : nada :)

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por darkchaos em Dom Mar 11, 2012 7:19 pm

    sabe, eu gostei muito da história e como todo mundo também acho que seria um ótimo jogo se você tentasse cria lo, mas já que essa não é sua intenção eu tenho um comentário sobre as características dos personagens que eu vi até agora, todos bem carismáticos mas um pouco cheios de gíria sabe, para alguem que não está acostumado a viajar no tempo ou entre as dimensões o kyriu (espéro ter digitado direito Poring Ops! ) parecia bem inteirado e calmo essa impressão aparece pelo fato da linguagem do personagem ser muito descontraída dada a situação em que ele está (se o cara tem tanta malandragem assim quando fala da segurança demais parecendo algo meio bobo) mas o enredo ficou nota dez mesmo (e de enredo eu entendo bem Ralph :D ) então tá dada a dica e não se esqueça de postar o mais rapido possivel o novo capitulo que eu to ansioso Ralhp H

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Qua Mar 14, 2012 3:15 pm

    Caraca! Me esforcei muito para fazer Kayrus ficar mais confuso possivel. Poring Ops!
    Foi mal cara.
    ainda vai demorar, tenho algumas pendencias e to meio ocupado com Jogos Online, mas logo eu posto um novo episodio ok?^^

    See yah!

    Flyer
    Associado
    Associado

    Mensagens : 48
    Experiência : 1832
    Reputação : 13
    - : Nada :) - : nada :)

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Flyer em Qua Mar 14, 2012 8:50 pm

    Achei legal a história...

    LOL Sem querer lí... Confundi com poringaia... ><
    Sempre confundo os nomes. '-'
    KKKKKKKKKKKK

    Enfim...
    Parabéns...

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Qui Mar 15, 2012 9:18 am

    Eu faço o que posso, e pelo jeito ta dando certo. Poring :)
    Espero que mais pessoas vejam.

    See Yah!

    KIU
    Colaborador
    Colaborador

    Masculino Mensagens : 168
    Experiência : 2686
    Reputação : 20

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por KIU em Dom Abr 01, 2012 7:56 pm

    NOVIDADES Cap V não percão!

    Agorar as coisas começam a esquentar.

    See Yah!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Ultimate Fantasy

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 4:05 am


      Data/hora atual: Dom Dez 04, 2016 4:05 am